top of page

"Paciente com AVC crônico não melhora fazendo fisioterapia" SERÁ?

Constantemente nos deparamos com a seguinte afirmação: “Paciente com AVC crônico não melhora fazendo fisioterapia”

Você sabia que essa fala é um MITO e está complemente inadequada e desatualizada?!

Vamos aos dados científicos:

Trouxemos um estudo que investigou se um protocolo curto (1 sessão) de exercício de alta intensidade poderia aumentar a excitabilidade cortical motora em músculos não excitados de sobreviventes pós AVC crônico. Foi realizado com pacientes de 55 a 77 anos de 8 meses até 10 anos depois do AVC.

Os pacientes realizaram caminhada de alta intensidade na esteira (70% - 85% da FC máxima ou escala de BORG escala de 6 - 20) por 5 minutos.

Em UMA única sessão foi observado aumento da excitabilidade cortical do hemisfério lesado. Indicando que o exercício foi capaz de aumentar a excitabilidade do cérebro mesmo em áreas não envolvidas diretamente com o exercício.

Estes achados evidenciam que a neuroplasticidade cerebral independe do tempo de lesão e que o exercício físico quando realizado de forma adequada é capaz de promover aumento da excitabilidade na área da lesão contribuindo para a ativação dos músculos pouco usados após AVC.

Portanto, não desista do seu tratamento, você pode melhorar! 👊🏼💪🏻


Referência: LI, Xin et al. A short bout of high-intensity exercise alters ipsilesional motor cortical excitability post-stroke. Topics in stroke rehabilitation, v. 26, n. 6, p. 405-411, 2019.


Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page